Torta de limão francesa, simples e deliciosa


Torta de limão francesa, simples e deliciosa

Receita de torta de limão francesa, simples e deliciosa, igualzinha às das docerias em Paris. Perfeita para quando você quer uma sobremesa diferente ou para variar do chocolate. Ela é uma ótima sobremesa para receber porque rende, não dá muito trabalho, fica deliciosa e causa uma ótima impressão porque fica bonita.

O creme de limão dessa torta é um curinga na cozinha. Sempre faço, uso uma parte e deixo outra congelada para me salvar quando preciso fazer um doce rápido. Além de ser muito gostoso, ele combina com um monte de coisas: frutas cruas, funciona como calda para sorvete, acompanha sobremesa com chocolate ou uma torta que precisa de um creminho. Para congelar, grude filme plástico na superfície do creme (em contato mesmo) e tampe a tupperware. O filme em contato com a superfície evita que forme uma casquinha no creme.

Ah! Esse creme de limão, ou lemon curd em inglês, é super popular no exterior, principalmente na Inglaterra e na França. Na Inglaterra eles comem lemon curd como se fosse geléia, passam no pão no café da manhã ou lanche da tarde. 

É bom esclarecer pois nem todo mundo tem o mesmo gosto, essa torta é bem azedinha, viu? Como eu adoro “doce pouco doce”, parece que ela foi feita para mim, mas se você quiser uma torta mais doninha, acrescente um pouco mais de açúcar (4 colheres de sopa no máximo) no creme de limão ou coloque  merengue ou um chantilly bem docinho por cima da torta.

Deixei duas opções de massa de torta para vocês. Uma super prática feita à base de biscoito maisena e a outra de pâte sucrée, que é a receita de torta doce clássica francesa.

torta-de-limão

Torta de limão francesa

Rendimento: uma torta de 25cm de diâmetro
Tempo de preparo: 1:15h (incluindo a decoração)
Tempo de espera: 15 minutos (opcional)

Creme de limão (também conhecido por lemon curd):

200g ou 11 gemas de ovos grandes
220g ou 1 xícara e quase 2 colheres de açúcar refinado
160ml ou 2/3 xícara de suco de limão siciliano
raspa fina de 1 limão
300g ou 1 1/4 xícara + 1 colher de sopa de manteiga sem sal em cubinhos, em temperatura ambiente

De preferência usando um batedor de arame, misture a gema e adicione a raspa do limão e o açúcar. Misture até incorporar. Acrecente o suco de limão e misture novamente.

Leve a mistura ao banho maria, em fogo baixo-médio, de preferência, deixando apenas o vapor d’água aquecer o bowl. Misture constantemente até ver os traços do batedor de arame no creme e, quando você levanta o batedor, ele fica praticamente limpo.

Tire do fogo, adicione a manteiga e misture bem até incorporar.

Despeje o creme sobre a massa da torta, mas só depois que ela tiver esfriado, depois de assada. Se você jogar o creme na massa de torta ainda quente, o calor vai cozinhar o creme.

Massa da torta com biscoito (receita prática):

500g de biscoito maisena
230g ou 1 xícara de manteiga sem sal, em cubinhos, em temperatura ambiente
manteiga para untar

Unte uma forma de fundo falso com manteiga.

Triture o biscoito em um processador. Misture com a manteiga. Abra a massa diretamente no fundo da forma, de pouco em pouco, pressionando com o fundo liso de uma xícara para deixá-la uniforme. Com os dedos, coloque a massa na lateral da forma.

Asse em forno pré-aquecido a 200° por 20 a 25 minutos com um peso por cima ou até que a massa esteja firme, levemente dourada e quase cozida. Para fazer esse peso, é só forrar a torta com filme plástico (não queima!) e colocar feijão cru, arroz ou qualquer legume seco por cima. Lacre a leguminosa com o filme, fazendo uma bolsinha, para depois puxar e não correr o risco de cair toda a leguminosa. Retire o peso, volte com a massa para o forno e asse até dourar, cerca de 10 minutos depois.

Esse procedimento é importante para que as laterais da torta não desçam e que a massa não infle quando estiver assando. E, claro, o legume que você utilizar pode ser cozido normalmente depois.

Cobertura (opcional):

frutas vermelhas (usei framboesa, mirtilo e uva sem semente cortada ao meio)
folhas de majericão
Na França, a torta de limão clássica é servida sem cobertura. Mas às vezes gosto de enfeitá-la um pouquinho e no dia da foto decorei com as frutas citadas acima e folhinhas de manjericão que harmonizam tão bem com o creme de limão e as frutas vermelhas. O único segredo aqui é secar bem as frutas antes de decorar, para que elas não molhem a torta.

torta-de-limao

Se quiser, faça a pâte sucrée (receita tradicional francesa):

520g ou 4 xícaras de farinha de trigo
250g ou 1 xícara + 2 colheres de sopa de manteiga sem sal, em cubinhos, bem gelada
200g ou 1 1/2 xícara de açúcar de confeiteiro (glaçúcar)*
1 pitada de sal
2 ovos grandes
farinha de trigo para polvilhar
manteiga para untar a forma

* Também dá certo com açúcar refinado, mas precisa fazer de outra maneira, diferente da que está descrita a seguir. Para fazer com a açúcar refinado, dobre a receita dos biscoitos amanteigados aqui do blog.

Unte uma forma de fundo falso com manteiga.

A melhor maneira de fazer essa massa de torta é com o processador, pois ele mistura tudo rapidamente, sem dar tempo de aquecer a manteiga.

Coloque todos os ingredientes secos no processador e bata. Adicione a manteiga e processe até formar uma farofa. Acrescente os ovos e processe até formar uma massa homogênea. Não bata em excesso para não ativar o glúten da farinha, isso faz com que a massa fique seca e elástica.

Faça uma bola com a massa, polvilhe farinha, embrulhe com um filme plástico e deixe no freezer por 20 minutos.

Com um rolo, abra a massa entre duas folhas de papel manteiga, polvilhando farinha na massa e no papel sempre que necessário. Se quiser, pode também montar a massa diretamente no fundo da forma, de pouco em pouco, pressionando com o fundo liso de uma xícara para deixá-la uniforme. Com os dedos, coloque a massa na lateral da forma.

Faça furinhos leves no fundo da massa com um garfo.

Asse em forno pré-aquecido a 200° por 20 a 25 minutos com um peso por cima ou até que a massa esteja firme, levemente dourada e quase cozida. Para fazer esse peso, é só forrar a torta com filme plástico (não queima!) e colocar feijão cru, arroz ou qualquer legume seco por cima. Lacre a leguminosa com o filme, fazendo uma bolsinha, para depois puxar e não correr o risco de cair toda a leguminosa. Retire o peso, volte com a massa para o forno e asse até dourar, cerca de 10 minutos depois.

Esse procedimento é importante para que as laterais da torta não desçam e que a massa não infle quando estiver assando. E, claro, o legume que você utilizar pode ser cozido normalmente depois.

torta-de-limão

Fotos: Cozinha Vibrante

 



Voltar
Letícia

  • Fabricia Trindade

    Pode ir ao forno depois para dourar o merengue?