Café Constant: ótimo custo X benefício em Paris


Café Constant: ótimo custo X benefício em Paris

Estou em Paris há seis meses e até agora não conheço tantos restaurantes com uma relação custo X benefício tão boa como a do Café Constant. Não é à toa que ele faz o maior sucesso por aqui e seus pratos já foram elogiados por críticos do Guia Michelin. Além disso, foi eleito um dos 15 melhores bistrôs de Paris em 2011 pelo Le Figaro, um dos principais jornais franceses.

Após de ter sido chef dos restaurantes dos hotéis Crillon e Ritz, Christian Constant abriu seu primeiro restaurante, o Le Violon D’Ingres – 1 estrela Michelin – em 1996. Depois disso, vieram o Café Constant e o Les Cocottes. O três ficam na mesma rua , a simpática Rue Saint-Dominique, no 7o. arrondissement de Paris, perto da Torre Eiffel. Monsieur Constant tem ainda o Le Bibent na cidade de Toulouse. Cada restaurante com estilo e chefs próprios.

Durante muitos anos, o chef e sócio de Constant no Café Constant foi Eduardo Jacinto, um brasileiro que saiu do Brasil e veio trabalhar com Monsieur Constant. Hoje ele abriu o seu próprio restaurante em Paris, o Pario.

restaurante paris cafe constant

Agora a melhor parte! O que comi nas vezes que fomos lá:

Como entrada, comi um tartare de saumon, huîtres et bar au gingembre (tartar de salmão, ostras e bar ao gengibre) que estava bem fresco e muito gostoso.

restaurante paris cafe constant

A outra entrada foi uma effiloché de crabe, pommes Rattes en salade au persil plat (salada à base de carangueijos, batatas e salsinha). Estava muito gostosa, mas não foi a minha favorita.

restaurante paris cafe constant

Também como entrada, pedi uma salade de coeurs d’artichaut et champignons de Paris, tout simplement en vinaigrette (salada de corações de alcachofra e champignon de Paris ao vinagrete). Das três entradas, esta foi a que mais gostei. Tenho uma queda forte por esses ingredientes e além disso, a textura e o vinagrete estavam divinos.

restaurante paris cafe constant

Como prato, comi um parmentier de cuisse de canard (pato com purê de batatas e salada verde). Estava delicioso e o canard, que é sempre um risco por ser uma carne muito “nervosa”, estava liso. Uma perfeição, meu favorito!

restaurante paris cafe constant

Meu outro prato foi um croustillant de crevettes (camarões empanados com batatas assadas). Senti falta de mais camarões (hum… que óbvio), mas o empanado estava fino e super crocante e todo o prato estava delicioso.

restaurante paris cafe constant

Também experimentei um escalope de veau Cordon-Bleu comme l’aiment nos enfants (escalope de vitela à maneira Cordon-Bleu, empanado e frito e recheado com queijo e presunto, como as crianças amam!). Veio acompanhado de massa ao creme de leite fresco, bem francês. Simples e gostoso.

restaurante paris cafe constant

Outro prato foi o basse côte blonde d’Aquitaine à l’échalote, purée de mon enfance (parte baixa da costela com cebola, acompanhada de purê de batatas). Não é sempre que se encontra carne bovina boa em Paris e esta estava uma delícia!

restaurante paris cafe constant

A maioria dos restaurantes em Paris tem preços mais altos no jantar. No Café Constant isso não acontece. O que ocorre lá no jantar é que além das opções do dia, que vêm escritas num quadro (aqui chamado de ardoise), eles também oferecem um cardápio mais sofisticado com preços um pouco mais altos.

E onde fica esse achado? Como falei acima, o Café Constant fica pertinho da Torre Eiffel, 7o. arrondissement de Paris, no seguinte endereço:

139 Rue Saint-Dominique, Paris
De 8h às 22:30h (esteja pronto para enfrentar fila em horários de pico)
Aberto todos os dias
Tel: +33 (0)1 47 53 73 34
Não aceita reservas
Metrôs mais próximos: École Militaire (linha 8), La Tour Maubourg (linha 8) e Pont de l’Alma (RER linha C)
Site aqui

Caso a fila esteja enorme e você não queira esperar tanto, uma boa pedida é o Les Cocottes, também do Christian Constant e a poucos passos dali, no mesmo quarteirão: 135 Rue Saint-Dominique.

Se quiser saber mais sobre o chef Eduardo Jacinto, dê uma olhada nos vídeos abaixo que contêm reportagens com ele passadas no Fantástico e no Jornal Hoje.

Fotos: Cozinha vibrante. Desculpe que as fotos dos pratos foram tiradas com o celular e por isso não estão tão boas.



Voltar
Letícia