Fondue de queijo simples e caseiro


Fondue de queijo simples e caseiro, uma receita fácil e rápida, ideal para o jantar do dia dos namorados!

O fondue de queijo caseiro fica bem mais gostoso que o feito com mistura pronta de supermercado, e, ao mesmo tempo, não dá muito trabalho. A receita feita com “queijo de verdade” é incomparável, saborosa e com muito, muito gosto de queijo!

Você vai ficar feliz em saber como fazer fondue de queijo e poder contar para o seu namorado, namorada ou para os seus convidados que você que fez o fondue, do início ao fim!

Para os acompanhamentos do fondue, me inspirei nos fondues de queijo que eu comi na Suíça quando estive lá. Lá, na maioria dos restaurantes, eles servem o fondue com pão, batata e legumes em conserva, e aqui usei picles de pepino.

Uma curiosidade: em francês, língua-mãe do fondue, já que ele foi criado na Suíca, fondue é uma palavra feminina. La fondue au fromage parece ter tido a sua receita registrada em um livro em 1699.

Se um dia você for à Suíça francesa, vai adorar experimentar o fondue da pequena vila Gruyères. Não me esqueço do fondue de gruyère que provei lá e, ainda, da sobremesa de suspiro com creme de leite! Hum!

fondue de queijo

Receita de fondue de queijo

Rendimento: 4 porções pequenas
Tempo de preparo: 45 minutos

Ingredientes:
750g de queijo gruyère ou metade gruyére e a outra metade, emmental ou estepe, ralado grosso, sem casca
250ml ou 1 xícara de vinho branco seco
1 colher de sopa de maisena
2 dentes de alho descascados
2 colheres de sopa de kirsch (opcional)
pimenta do reino e noz moscada a gosto

Divida um dente de alho ao meio e raspe as metades no fundo da panela. Deixe o outro dente inteiro, ele será usado dessa forma.

Dilua a maisena no vinho e leve para ferver com um dente de alho, mexendo com um batedor de arame. Assim que ferver, continue mexendo por 1 minuto. Reduza para fogo baixo e vá acrescentando o queijo aos poucos, mexendo até o queijo derreter e virar uma mistura homogênea. Não pode parar de mexer, senão corre o risco do queijo se separar do vinho. Adicione kirsch, pimenta do reino e noz moscada, misture até incorporar e desligue o fogo. “Pesque” o dente de alho e sirva em seguida, mantendo a panela aquecida pelo rechaud de fondue. Sirva o fundue de queijo com os acompanhamentos de sua preferência. Veja as sugestões a seguir.

Fondue de queijo acompanhamentos:

1 pão italiano grande picado
16 batatas bolinha picadas
8 pepinos em conversa picadinhos
geléia de sua preferência: usei de framboesa e de pimenta

Cozinhe as batatas inteiras em água fervente salgada por cerca de 15 minutos ou até estarem cozidas. Não cozinhe em excesso para que elas não se desfaçam na panela de fondue. Escorra e pique-as em duas ou quatro partes.

Enquanto elas cozinham, pique o pão, os pepinos e rale o queijo do fondue.

fondue de queijo

Opções de acompanhamentos light são: brócolis, couve flor e outros legumes de sua preferência, cozidos al dente e picados em tamanho individual.

Fotos: Leticia Bittencourt – Cozinha Vibrante

  1. Josenivaldo Benito Junior disse:

    O queijo virou uma massa cada vez mais dura separada do líquido. Não deu certo.

    • Oi Josenivaldo,
      Obrigada por me informar. Uma pena que isso tenha acontecido, eu já recebi comentários de outros leitores pelo Instagram dizendo que deu super certo. O que pode ter acontecido com você é que: usou um queijo muito duro ou muito mole ou não mexeu o tempo o todo, com um batedor de arame, de preferência.
      De toda forma, após o seu comentário, acrescentei uma solução para caso ele não fique hoomgêneo: bater no processador ou liquidificador e servir imediatamente.
      Obrigada,
      Leticia

      • Josenivaldo Benito Junior disse:

        Oi Letícia,

        Obrigado pela resposta, tentarei novamente. A massa que não ficou homogênea nós guardamos e colocamos em um molho para macarronada no dia seguinte. Ficou bem legal e não perdemos o queijo.

        Obrigado novamente.

      • Ana Eliza Silva disse:

        Eu fiz 2 vezes essa receita (que peguei aqui do seu blog!), a primeira metade queijo gruyere e metade emmental, e ficou perfeito!
        A segunda vez, fiz igualzinho (mesma panela, mesmo vinho, mesmo batedor), mas usei somente gruyere, e não deu liga, o queijo ficou separado…

        Da próxima vou tentar com os dois queijos novamente, ver se dá certo!

    • Debora Cristina Bonato Barbosa disse:

      O queijo é uma emulsão de gordura do leite e água conectados por uma rede de proteínas, principalmente a caseína.
      Numa temperatura em torno de 30° C, a gordura do queijo começa a derreter e o queijo torna-se flexível. Entre 50° C a 80° C, a rede de proteínas do queijo colapsa e o queijo forma uma massa meio borrachuda flutuando em líquido.
      A família de queijos de massa semidura possui um bom equilíbrio de água e gordura. Estes queijos colapsam em temperaturas mais altas, como: Vacherin Fribourgeois, Emmental, Raclete e etc. Você pode escolher queijos de massa dura jovens (pouca maturação), como o Gruyère.
      Mesmo selecionando queijos que derretam bem, os queijos da fondue ficam expostos ao calor de longo prazo da chama do réchaud. Este calor reduz o teor de água do queijo o que pode causar colapso das proteínas.

      • Adicione ácido: O ácido por meio do vinho branco seco (ácido tartárico) e suco de limão (ácido cítrico) mantém o queijo derretido e cremoso. Eles previnem que as proteínas do queijo (caseína) se aglomerem e formem a massa borrachuda. Quanto mais ácido o vinho, melhor!

      • Adicione amido: O amido funciona como um espessante e estabiliza a emulsão de água e gordura do queijo, pois dificulta o movimento da água.

  2. laryssa disse:

    podemos subistituir o kirsch por outra coisa..’

  3. Ana Ramalho disse:

    Oi Letícia, em primeiro lugar gostaria de agradecer a possibilidade de vc compartilhar seus conhecimentos, Deus abençoe!
    o alimento faz parte do sagrado da vida, e sempre nos reunimos com quem amamos, pessoas importantes pra nós, com amigos, ou ainda, reuniões de negócios, pra conhecer pessoas, confraternizar, etc. etc. etc… 🙂

    Nessa receita, infelizmente minha sorte de principiante não deu o ar da graça, creio que não fiz boas escolhas de queijo para ele ademas…
    Quis utilizar queijos brasileiros, dessa maneira utilizei o meia cura e o canastra, mas não atingiram o ponto desejado para se comporem ao líquido, ainda que tenham derretido, nem processando. Pra falar a verdade, depois que processei ficou mais parecido com uma ambrosia salgada… kkk Não sei explicar porquê, talvez vc tenha o conhecimento apropriado par saber a razão…
    Mas enfim, continuarei tentando! 🙂
    Uma abraço,
    Ana

  4. Fabio Campani disse:

    Uma duvida…quanto se gasta em media para fazer esta receita? dado os preços do queijos, pao italiano,+

  5. Oi Débora,
    Obrigada pela resposta!
    Bjs,
    Leticia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[instagram-feed]