Como fazer cebola caramelizada de chef, perfeita e docinha


Como fazer cebola caramelizada de chef, perfeita e docinha

Os segredos de como fazer cebola caramelizada de chef, perfeita e docinha são: ter paciência para cozinhar em fogo mínimo; cortar ou ralar a cebola fininha e cozinhar em panela grande e de fundo grosso.

A cebola caramelada combina muito bem com carne de boi, inclusive rosbife, churrasco e hambúrguer. O contraste do doce dela com o salgado da carne bovina é delicioso, só de falar a minha boca já saliva, rs.

Esta cebola faz parte do Especial de receitas para a ceia de Natal aqui do blog. Ela acompanha um filé mignon selado e fatiado, cuja receita vou passar para vocês amanhã.

receita-de-cebola-caramelizada-perfeita

Cebola caramelizada

Rendimento: 8 a 10 porções
Tempo de preparo: 20 minutos
Tempo de cozimento: 1h a 1:30h

Ingredientes:
7 cebolas médias
1 1/2 a 2 colheres de sopa de açúcar mascavo, demerara ou refinado (acho mais gostoso com mascavo ou demerara)
1/4 xícara de vinho branco seco
2 a 3 colheres de sobremesa de mostarda Dijon (opcional)
óleo vegetal
1 a 2 colheres de sopa de manteiga ou becel azul para os alérgicos a leite (opcional)
sal e pimenta do reino a gosto

Como fazer cebola caramelizada:

Rale ou corte as cebolas em fatias bem fininhas. Momento chora, neném! Quanto mais fina, mais saboroso ficará e mais rápido será o cozimento.

Esquente uma panela grande e de fundo grosso, acrescente óleo o suficiente para cobrir todo o fundo com fartura (não é apenas um fio de óleo, mas também não é para fritura; o ideal é de 1mm a 2 mm de altura). Quando o óleo estiver quente, jogue as cebolas. Mexa e salgue um pouco. Nos primeiros cinco minutos de cozimento, deixe em fogo médio, a partir daí, reduza para fogo mínimo e mexa de vez em quando com uma colher de pau.

Durante o cozimento caso a cebola esteja muito seca ou o fundo da panela esteja queimando, acrescente um pouco mais de óleo. Se o fundo continuar queimando, raspe-o de vez em quando com a colher de pau.

Quando a cebola estiver dourada, adicione o vinho. Depois de 10 minutos, o açúcar e caso queira, a manteiga. Depois que o açúcar tiver dissolvido, prove e veja se precisa de mais sal ou açúcar. A idéia não é a de uma cebola muito salgada, ela deve puxar um pouco para o doce mesmo.

Quando estiver pronta, de cor bem dourada e até com algumas fatias marrons, desligue o fogo. Se quiser, com o fogo desligado, acrescente a mostarda e misture bem. A mostarda não é essencial e você praticamente não vai sentir o seu gosto, mas dá um toque especial no sabor e na textura da cebola.

O tempo de cozimento depende do tamanho da panela, quanto maior, mais rápido a cebola vai caramelizar.

Para que as fatias de cebola fiquem bem fininhas, uso uma faca de chef bem amolada ou a mandoline japonesa, meu ralador preferido. Já falei dele e coloquei um link para comprá-lo pela Amazon no final deste post da receita de carpaccio.

receita de cebola caramelizada perfeita

Fotos: Cozinha vibrante – cebola caramelizada



Voltar
Letícia

  • Viviane

    Ótima dica, vou fazer com certeza! ????

    • http://allweneedisfood.com All We Need is Food

      Oba :-) Fico feliz!
      Bjs

  • http://www.lafond.com.br Jean Lafond

    A receita é ótima. Adoro cebolas caramelizadas, elas me remotam um gostinho de culinária francesa do interior. seja em um hambúrguer, roastbeff ou em cima de legumes grelhados para companhar.
    Só não gostei do Becel, que na minha opinião sou completamente contra sua utilização por N motivos. Nesse caso os alérgicos ao leite eu sempre indico a troca da manteiga pelo azeite ou qualquer outra gordura que seja rica em monoinssaturados.
    Mesmo assim uma ótima receita, é apenas um comentário e não uma crítica.
    Abraços

    • http://allweneedisfood.com All We Need is Food

      Obrigada!

  • Pingback: Filé mignon suculento com molho de vinho e cebola caramelizada | All We Need is Food()

  • Pingback: Salada com abobrinha e berinjela, light e deliciosa | All We Need is Food()

  • Matheus

    Já experimentou usar cebola roxa e ao invés de vinho branco, um tinto?! Estilo Malbec, algo assim?!

    • http://cozinhavibrante.com.br Leticia – Cozinha vibrante

      Oi Matheus,
      Já experimentei os dois e também fica uma delícia!